Notícias

15.09.2021

Viagem Apostólica

Em sua visita à Eslováquia, Francisco conversa com autoridades, dialoga com os jovens e exalta Nossa Senhora: "o caminho, a profecia e a compaixão"

Terminou na manhã desta quarta-feira (15) a Viagem Apostólica do Papa Francisco à Eslováquia.

Tendo chegado no domingo, dia 12 de setembro, o Santo Padre teve uma calorosa acolhida no Aeroporto Internacional de Bratislava, após 50 minutos de voo de Budapeste (Hungria). Na Hungira, Francisco celebrou na Praça dos Heróis a Missa Statio Orbis na presença de mais de cem mil fiéis e que concluiu o 52º Congresso Eucarístico Internacional. 

Na chegada ao aeroporto em Bratislava, na Eslováquia, foi recepcionado pelo núncio apostólico, Dom Giacomo Guido Ottonello, e o chefe do Protocolo eslovaco.

O Papa também dedicou atenção especial à juventude. No encontro com os jovens do país eslavo, compromisso em seu terceiro dia de viagem, ele foi recebido por milhares de jovens no Estádio Lokomotiva, em Košice. O Papa respondeu às perguntas feitas por eles, iniciando com o amor no casal, afirmando que “o amor é o maior sonho da vida, mas custa”. E explicou aos jovens: “O amor não é ter tudo e súbito, não obedece à lógica do usa e lança fora. O amor é fidelidade, dom, responsabilidade”.

“A memória não pode nem deve ceder lugar ao esquecimento, porque não haverá alvorada duradoura de fraternidade sem antes se ter compartilhado e dissipado as trevas da noite”. Foram estas as palavras do Papa Francisco durante o encontro com a Comunidade Judaica, um dos compromissos que o pontífice também realizou durante sua viagem.

 

Maria: o caminho, a profecia e a compaixão

Na Esplanada do Santuário Nacional de Nossa Senhora das Dores, em Šaštin, o Papa Francisco presidiu a Celebração Eucarística na manhã desta quarta-feira (15). Já se despedindo do povo eslovaco, Francisco exaltou a figura de Maria: "A Mãe que nos dá o Filho Jesus. Maria é o caminho que nos introduz no Coração de Cristo, que deu a vida por nosso amor".

 "Podemos olhar para Maria como modelo da fé e na sua fé reconhecemos três caraterísticas: o caminho, a profecia e a compaixão", afirmou Francisco.

No final da missa, o Papa Francisco despediu-se da Eslováquia com uma saudação.

“Queridos irmãos e irmãs!

Chegou a hora de me despedir de seu país. Nesta Eucaristia, dei graças a Deus por ter-me concedido a graça de vir estar com vocês e concluir a minha peregrinação no devoto abraço de seu povo, celebrando juntos a grande festa religiosa e nacional da Padroeira, Nossa Senhora das Dores.”

 

Imagens: Vatican News