Notícias

30.06.2022

Viva São Pedro!

Diocese de Cachoeiro festeja seu Padroeiro com retorno da procissão e festividades ao ar livre

Dia 29 de junho. Uma data muita festejada na região sul capixaba, mas que por longos dois anos não pôde ser comemorada em sua plenitude. Mas nessa quarta-feira o povo de Deus da Diocese de Cachoeiro de Itapemirim saiu às ruas, cantou e orou pelo seu padroeiro São Pedro Apóstolo.

Os festejos ao santo padroeiro da cidade de Cachoeiro e também da região sul do Espírito Santo tiveram início desde o dia 20 de junho, com a novena realizada pela Paróquia São Pedro – Catedral.

E neste dia 29, padres, diáconos, seminaristas, religiosos, religiosas, leigos e leigas se reuniram na Catedral da Diocese, durante momento de concentração da oração. Junto a eles, o bispo diocesano Dom Luiz Fernando Lisboa e os demais bispos do Regional Leste 3 (Espírito Santo). Dentre os bispos estavam presentes:

Dom Dario Campos – Arcebispo de Vitória do Espírito Santo

Dom Andherson Franklin Lustoza de Souza – Bispo Auxiliar da Arquidiocese de Vitória

Dom Lauro Sérgio Versiani Barbosa – Bispo da Diocese de Colatina

Dom Paulo Bosi Dal´Bó – Bispo da Diocese de São Mateus

 

Procissão, Santa Missa e Louvor

A Procissão de São Pedro é uma das partes mais tradicionais da festa em louvor ao padroeiro diocesano. Há fiéis que participam anualmente, tendo estado presentes em todas as edições realizadas.

Às 16h, após a concentração na Catedral situada no centro da cidade de Cachoeiro de Itapemirim, a imagem de São Pedro e milhares de fiéis seguiram pelas ruas da cidade em direção à Avenida Beira-Rio. Na presença de um Trio elétrico, o povo cantou e rendeu louvores ao santo, em uma linda caminhada de fé e devoção.

Por volta das 17h, a Praça de Fátima começou a acolher o povo, que chegava junto da procissão e se preparavam para a santa missa de São Pedro. Muitos fiéis que não puderam estar presentes já se preparavam para participar de casa através do mais novo veículo da Diocese de Cachoeiro de Itapemirim: A Web TV Amparo. A Celebração Eucarística foi transmitida na íntegra através da Web TV pelo Youtube e também em seu site oficial: www.amparo.tv.br .

E encerrando os festejos, o Ministério Vida e Adoração animou a noite com muita música e louvor.

 

Uma Igreja como Pedro

O dia era festivo, mas não podemos fechar os olhos para os problemas e conflitos de nossa sociedade. Ao saudar o povo e acolher as autoridades locais, Dom Luiz Fernando Lisboa fez questão de mencionar seu repúdio ao ato violento que tirou a vida do indígena da etnia guarani kaiowá Vitor Fernandes.

“Nós ouvimos nesses dias que a violência tem decrescido no país como um todo, mas tem aumentado na região norte. E maioria destes por causa de conflitos de terras. Os indígenas sendo massacrados por invasão de garimpeiros, invasões ilegais e de outras pessoas que invadem e submetem os povos indígenas”, denunciou Dom Luiz Fernando.

O bispo diocesano trouxe o exemplo de São Pedro Apóstolo para a vida do cotidiano de cada cristão. Assim, o cristão deve sair de sua zona de conforto e mergulhar na missão evangelizadora, sabendo que o Espírito Santo de Deus será seu guia e norteador.

“Igreja em processo Sinodal significa isto, todos participam, mas ninguém no lugar dos outros ou acima dos outros. Não existem cristãos de primeira ou de segunda classe. Todos, todos são chamados!”

Com este mesmo objetivo, Dom Luiz Fernando pediu que despertemos a consciência de que a Palavra de Deus é sem fronteiras e sem barreiras. Ela é para todos, sem distinção e sem preconceitos.

“É o senhor que chama, uma igreja sem correntes e sem muros. Onde se cultive a arte da escuta, do diálogo. Uma Igreja livre e humilde, que se ergue depressa, como Pedro.”

 

Imagens: André Fachetti

 

 

Mais Notícias