Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Confira a programação de Corpus Christi em Cachoeiro

Na quinta-feira, 30 de maio, a Igreja Católica celebra a festa do Corpo de Cristo ou ‘Corpus Christi’ e nas Paróquias de Cachoeiro de Itapemirim estão programadas missas e solenidades tradicionais.

O feriado é marcado pela confecção dos tapetes que colorem ruas e avenidas de bairros de Cachoeiro. O Vicariato Episcopal para Comunicação divulgou um levantamento da programação nas igrejas da cidade. Veja abaixo.

 

  • Paróquia São Pedro (Catedral) – Centro

Início da confecção dos tapetes pós a missa das 18:30h de quarta-feira (29).

Na quinta-feira (30), Missa Solene e Procissão às 17h.

 

  • Paróquia Sagrados Corações de Jesus e Maria – Nova Brasília

Início da confecção dos tapetes a partir das 19h de Quarta-feira (29) com a benção. 220mtrs de tapetes serão montados em torno da Comunidade São Francisco de Assis, no bairro Km 90.

Missa na quinta-feira (30), às 16 horas.

 

  • Paróquia Nossa Senhora da Consolação – Guadú

 Não haverá confecção dos tapetes.

Missa na quinta-feira (30), às 17 horas, seguida de procissão nas imediações da Igreja Matriz

 

  • Paróquia Nossa Senhora da Penha – BNH

A Confecção dos tapetes será nas comunidades de Burarama, Coramara, Jacú, São Joaquim e na Igreja Matriz (BNH). Todo material que será usado nas obras é reciclado.

Missa na quinta-feira (30), às 17 horas, seguida de procissão nas imediações da Igreja Matriz.

 

  • Paróquia Nossa Senhora das Graças – IBC

Início da confecção dos tapetes a partir das 7h de quinta-feira.

Missa na quinta-feira (30), às 17 horas, seguida de procissão nas imediações da Igreja Matriz

 

  • Paróquia Santíssimo Sacramento da Eucaristia – Paraíso

Início da confecção dos tapetes a partir das 17h de quarta-feira (29).

Missa na quinta-feira (30), às 08 horas, no Ginásio do Centro Universitário São Camilo presidida pelo bispo Diocesano, Dom Luiz Fernando Lisboa CP. Após a missa, procissão e benção do Santíssimo.

 

  • Paróquia Nosso Senhor dos Passos (Matriz Velha) – Independência

Não haverá confecção dos tapetes.

Missa na quinta-feira (30), às 17 horas, seguida de procissão nas imediações da Igreja Matriz

 

  • Paróquia São Filipe – Aeroporto

Início da confecção dos tapetes a partir das 20h de quarta-feira, com benção.

Missa na quinta-feira (30), às 17 horas, seguida de procissão nas imediações da Igreja Matriz

 

  • Paróquia São Sebastião – Aquidaban

Início da confecção dos tapetes a partir das 05h de quinta-feira, na Praça na Bandeira.

Missa na quinta-feira (30), às 16 horas, seguida de procissão nas imediações da Igreja Matriz

 

  • Paróquia Sagrada Família – Soturno

Início dos trabalhos de confecção dos tapetes às 19h de quarta-feira (29).

Missa e procissão às 09h de quinta-feira(30), seguida de procissão nas imediações da Igreja Matriz.

 

  • Paróquia Nossa Senhora Aparecida – Itaóca Pedra

Início dos trabalhos de confecção dos tapetes às 18h de quarta-feira (29).

Missa e procissão às 16h de quinta-feira (30), seguida de procissão nas imediações da Igreja Matriz.

 

Significado

Segundo os pesquisadores, a Festa de Corpus Christi surgiu no séc. XIII, na Bélgica, por iniciativa da freira Juliana de Mont Cornillon, que recebia visões nas quais o próprio Jesus lhe pedia uma festa litúrgica anual em honra da Sagrada Eucaristia.

A festa também relembra o milagre eucarístico, quando o padre Pedro de Praga, da Boêmia, celebrava uma missa na Itália, quando caíram gotas de sangue da hóstia consagrada. O padre teria duvidado da presença real de Cristo na Eucaristia.

No Brasil, os primeiros registros da celebração do Corpo de Cristo remontam aos anos iniciais da colonização portuguesa.

Em carta datada de 9 de agosto de 1549, o sacerdote jesuíta português Manuel da Nóbrega relatava que em Salvador, na Bahia, “outra procissão se fez dia de Corpus Christi, mui solene, em que jogou toda a artilharia, que estava na cerca, as ruas muito enramadas, houve danças e invenções à maneira de Portugal”.

Já os tapetes que dão o colorido típico da data às ruas também é uma tradição católica herdada de Portugal.

Os fiéis confeccionam representações de cenas bíblicas, objetos devocionais ou simples temas ornamentais fazendo alusão à figura de Cristo, do pão e do cálice.

Esses quadros são feitos sobre as ruas em que a procissão com o Santíssimo Sacramento irá passar.

No ritual católico, o Santíssimo Sacramento só sai das igrejas e vai às ruas em procissão em dois dias do ano: no Domingo de Páscoa e no dia de Corpus Christi.

Compartilhar Post:

Autor:

Diocese Cachoeiro

Últimas notícias