Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Diocese de Cachoeiro recebe recebe relíquias de Santa Terezinha

As relíquias de Santa Teresinha do Menino Jesus foram acolhidas neste sábado, 06 de julho, na Diocese de Cachoeiro de Itapemirim. A urna peregrina chegou às 10h50 na Safra, em Itapemirim e seguiu em procissão até a Catedral de São Pedro, no Centro de Cachoeiro, onde foi recebida por centenas de devotos.

Foto: André Fachetti

A Celebração Eucarística foi presidida pelo bispo diocesano de Cachoeiro, Dom Luiz Fernando Lisboa CP, e houve a tradicional bênção das rosas, sinal de devoção à santa. A celebração Solene foi concelebrada por padres diocesanos.

“Em todos os gestos e sacrifícios, Santa Teresinha oferecia a Deus em favor da salvação das almas e na intenção da Igreja. Por isso, ela é a padroeira da Missão, pois tinha um contato íntimo com Jesus e era envolvida pelo Espírito Santo nesse amor. Suas relíquias, como qualquer outra relíquia, não são mágicas. Mas nos comprovam que é possível alcançarmos a santidade”, disse Dom Luiz, em sua homilia.

Após a celebração de acolhida, a urna peregrina seguiu para o ginásio do Centro Universitário São Camilo, no bairro Paraíso, onde ocorre a Jornada Regional da Juventude (JRJ). O relicário permaneceu das 15h30 às 17h30.

Ainda neste sábado, o fêmur e os ossos do pé, trazidas da Basílica de Santa Teresa, em Lisieux, na França, chegará ao Carmelo São José, em Soturno, às 19h00, onde ocorrerá a Santa Missa presidida pelo padre Juliano Ribeiro Andrade, pároco de Alegre. Um vigília especial de oração acontecerá das 22h00 às 05h30 (domingo).

 

O que são relíquias?

É tradição da Igreja Católica venerar relíquias, sinais da passagem de homens e mulheres exemplares na vivência da fé pelo mundo.

As relíquias podem ser de primeiro grau (parte do corpo), segundo (objetos de uso pessoal, a exemplo de roupas) e terceiro (objeto que foi tocado pelo santo).

A urna peregrina (onde estão os ossos da santa) chegou ao Brasil em fevereiro e visitará 70 cidades do país. O ponto de partida foi o Carmelo da Santíssima Trindade, em Trindade (GO), e a jornada inclui visitas a casas e conventos dos Carmelitas em diversas regiões. Após a passagem por Cachoeiro de Itapemirim, as relíquias seguem para Campos dos Goytacazes, no Rio de Janeiro.

 

Santa Teresinha do Menino Jesus

Marie-Françoise-Thérèse Martin, nome de batismo de santa Teresa de Lisieux ou Teresinha do Menino Jesus, é uma das santas mais populares do Brasil. Ela nasceu em 2 de janeiro de 1873, em Alençon, na França, e morreu em setembro de 1897, com apenas 24 anos. Com a autorização do Papa Leão XIII, ela entrou no Mosteiro das Carmelitas, em Lisieux, na França, com apenas 15 anos de idade.

Padroeira das missões sem nunca ter saído do Carmelo, Santa Teresinha dedicou-se a rezar pela conversão das almas e pelos sacerdotes. Ela foi beatificada, em 1923, e canonizada pelo Papa Pio XI, em 1925. As rosas na imagem de Santa Teresinha simbolizam uma promessa que ela fez antes de morrer ao dizer às irmãs do convento que iria fazer “cair uma chuva de rosas” sobre os que pedem em oração pela sua intercessão.

O Papa João Paulo II nomeou Teresa de Lisieux Doutora da Igreja Católica em 19 de outubro de 1997 e designou-a por “Doutora em Ciência do Amor”. Atualmente, Teresa de Lisieux é a única mulher francesa a ser Doutora da Igreja entre os 36 Doutores reconhecidos em todo o mundo. Essa honra comprovou que sua doutrina, o seu ensinamento, o caminho que ela traça são dirigidos a toda a humanidade por meio de um amor universal que transcende todos os tempos e lugares, podendo ser encontrado em todas as culturas.

 

Carmelitas

Nesta ordem da Igreja Católica Romana, as freiras escolhem por uma vida de clausura – uma separação do mundo. “Casadas com Jesus Cristo”, elas só deixam o Carmelo em situações específicas como a enfermidade grave de um familiar, a necessidade de atendimento médico ou o cumprimento de deveres cívicos como o voto. Na Diocese de Cachoeiro de Itapemirim há 9 monjas, 2 noviças e 1 aspirante no Carmelo São José, em Soturno.

 

Programação da Peregrinação das Relíquias de Santa Teresinha

 06 de julho (sábado)

  • 11h00: Chegada das Relíquias na Safra
  • 12h00: Missa Solene de acolhida
  • 15h00: Saída para a Jornada Regional da Juventude – Centro Universitário São Camilo
  • 17h00: Chegada das Relíquia ao Carmelo São José – Soturno
  • 19h00: Santa Missa – Carmelo São José – Pe. Juliano Ribeiro
  • 22h00: Vigília até às 05h30 (domingo)

 

07 de julho (domingo)

  • 05h30: Laudes – Monjas Carmelitas
  • 07h00: Santa Missa – Pe. João Batista Maroni
  • 09h00: Santa Missa – Adilson Santana do Carmo, CP
  • 11h00: Santa Missa – Cristian Vieira Batista
  • 15h00: Santa Missa – Pe. Carlos R. Carvalho
  • 17h00: Vésperas – Monjas Carmelitas
  • 18h00: Santa Missa – Frei Cleber Abel dos Santos, OFM.Cap

 

08 de julho (segunda-feira)

  • 05h30: Laudes – Monjas Carmelitas
  • 07h00: Santa Missa – Frades Agostinianos Recoletos – Cachoeiro
  • 09h30: Momento de Oração – Com. Santa Teresinha
  • 11h00: Santa Missa – Frei Milton Gonçalves Rocha, CFP

Após a Santa Missa, as Relíquias seguirão para Mimoso Sul, município do Espírito Santo mais atingido pela chuva de março.

 

09 de julho (Terça-feira)

  • 06h00: Santa Missa – Pe. Enildo Genésio de Souza

Após a Santa Missa, as Relíquias seguirão para Diocese de Campos dos Goytacazes, no Rio de Janeiro.  

 

Fotos da Chegadas da Relíquias:

Fotos: André Fachetti | Pascom

Compartilhar Post:

Autor:

Diocese Cachoeiro

Últimas notícias