Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Diocese de Cachoeiro se prepara para a chegada das Relíquias de Santa Teresinha

Os devotos de Santa Teresinha do Menino Jesus aguardam com grande expectativa a visita das Relíquias da Padroeira das Missões à Diocese de Cachoeiro de Itapemirim, no dia 06 de julho. Além da Catedral de São Pedro, o distrito de Soturno, onde está localizado o Carmelo de São José Descalço, receberá a visita do relicário que permanecerá no sul do Espírito Santo até o dia 09 de julho.

A urna com uma parte do corpo da santa da pequena via e Doutora da Igreja será acolhida às 11h, em Itapemirim, mais precisamente no trevo da Safra, de onde seguirá, em cortejo, para Catedral de São Pedro. A Santa Missa de acolhida será presidida pelo bispo diocesano, Dom Luiz Fernando Lisboa CP, às 12 horas.

Às 15h, outro cortejo conduzirá as relíquias à Jornada Regional da Juventude (JRJ), no Centro Universitário São Camilo. Nesse local, haverá vigília jovem e bênção das rosas.

Em Soturno, a urna será acolhida às 17h, no Carmelo Descalço São José, e às 19h, na Capela das Carmelitas, acontece uma Santa Missa presidida pelo Padre Juliano Ribeiro Almeida. Neste local, haverão dez Missas, vigílias e bênção das rosas.

Cachoeiro de Itapemirim está no rol das 70 cidades brasileiras escolhidas para receber a visita proviron benefits for male das Relíquias, neste ano. A peregrinação começou em 1997, ano do centenário da morte da santa, e já percorreu cerca de 70 países. Esta é a terceira visita ao Brasil.

 

As relíquias

As relíquias são de primeiro grau e são constituída por fêmur e alguns ossos do pé da “santa da pequena via”. A peregrinação das relíquias ao Brasil foi um pedido da Ordem dos Frades Carmelitas Descalços no Brasil à basílica de Santa Teresinha em Lisieux, na França. A visita das relíquias da santa francesa ao Brasil ocorre no marco de três jubileus: a celebração dos 150 anos do nascimento de Santa Teresinha, que foi comemorado em janeiro de 2023; a celebração dos 100 anos da sua canonização, que ocorrerá em 2025; e os 100 anos do Carmelo de Camaragibe, que está localizado no território da Arquidiocese de Olinda e Recife.

“Para nós é uma imensa alegria recebe-la. Foi há 25 anos (1999) que essa relíquia veio à nossa diocese e ao nosso pequeno mosteiro pela primeira vez, à época, morávamos na casa menor (…) Nós (religiosas do Carmelo de Soturno) viemos do Carmelo de Fortaleza que tem o nome dela (Carmelo Santa Teresinha do Menino Jesus), por isso, temos uma ligação afetiva e espiritual muito forte com esta santa”, afirmou a Madre Superiora do Carmelo São José, Irmã Maria Salete de Cristo Rei.

 

Histórico

Estas relíquias de Santa Teresinha estiveram no Brasil pela primeira vez nos anos de 1997 e 1998, percorrendo diversas cidades. Em 2022, voltou ao País e percorreu apenas algumas cidades do Estado de São Paulo.

O relicário que leva o fêmur e os ossos do pé de Santa Teresinha foi uma doação de brasileiros ao Carmelo de Lisieux. Segundo a Ordem dos Freis Carmelitas Descalços no Brasil, há dois relicários doados pelo Brasil. O primeiro foi em 1922, numa campanha de arrecadação organizada pelo jesuíta Herni Rubillon. Conhecido como “Relicário do Brasil”, a peça permanece no Carmelo de Lisieux e é usada em ocasiões específica.

O segundo relicário, chamado de “Relicário do Centenário”, também doação do povo brasileiro, é utilizado para peregrinações intercontinentais.

 

Relíquia permanentemente exposta em Cachoeiro

Um pedaço de tecido “embebido” no sangue de Santa Teresinha do Menino Jesus está permanentemente exposto na Capela do Santíssimo da Fundação Santa Teresinha, em Cachoeiro de Itapemirim. A relíquia foi acolhida durante uma Celebração Solene na Catedral de São Pedro, em Cachoeiro, no dia 1° outubro de 2020, durante os festejos em honra à jovem padroeira dos missionários. A visitação à capela é gratuita e aberta aos fiéis de segunda a sexta-feira das 08 às 17 horas. O espaço fica na rua Costa Pereira, 41 – Centro, Cachoeiro.

 

Programação

06 de julho – Sábado

11h – Chegada das relíquias na Safra

12h – Missa de acolhida das relíquias (presidida por Dom Luiz Fernando Lisboa), na Catedral de São Pedro

17h – Vigília Jovem no Centro Universitário São Camilo

19h – Santa Missa no Carmelo São José Descalço, Soturno (Pe. Juliano Ribeiro)

22h às 5h30 – Vigília Solene

 

07 de julho – Domingo

5h30 – Laudes com as Monjas Carmelitas

07h – Santa Missa (Pe. João Batista Maroni)

09h – Santa Missa (Pe. Adilson Santana do Carmo, CP)

11h – Santa Missa (Pe. Cristian Vieira Batista)

15h – Santa Missa (Pe. Carlos Renato)

17h – Vésperas com Monjas Carmelitas

18h – Santa Missa com Frades Menores Capuchinhos

 

08 de Julho – Segunda-feira

05h30 – Laudes com Monjas Carmelitas

07h – Santa Missa com Frades Agostinianos Recoletos

09h30 às 11h30 – Momento de Oração com Com. Santa Teresinha de Cachoeiro de Itapemirim

12h – Santa Missa com Irmãos dos Pobres de São Francisco

 

09 de julho – Terça-feira

06h – Santa Missa (Pe. Enildo Genésio de Souza)

7h30 – Saída das relíquias para Campos – RJ

Compartilhar Post:

Autor:

Diocese Cachoeiro

Últimas notícias