Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Formação reúne secretários das CEBs e agentes da Pascom da Área Pastoral 5

Dezenas de secretários e secretarias das Comunidades Eclesiais de Base (CEBS) e paróquias que compõem a Área Pastoral 5 (Regional V) da Diocese de Cachoeiro de Itapemirim participaram neste sábado, 10 de junho, do Encontro Regional da Pascom, promovido pelo Vicariato Episcopal para Comunicação da Diocese de Cachoeiro de Itapemirim. A iniciativa faz parte das ações formativas do vicariato e aconteceu na Igreja Matriz da Paróquia Nossa Senhora do Rosário, em Ibatiba.

O encontro iniciou com um momento de espiritualidade conduzido pelo Vigário Episcopal para Comunicação, Padre José Carlos Ferreira da Silva. Posteriormente, o presbítero falou sobre o papel do secretário e secretária como agente da Pastoral da Comunicação (Pascom). Segundo o religioso, os secretários não podem exercer apenas, responsabilidades administrativas, mas serem evangelizadores Pastorais.

“O secretário ou secretária são agentes da Pascom, pois são os primeiros a comunicar”.

O presbítero também explicou a diferença entre comunicação externa e interna. “Pensar em comunicação é parte indispensável para evangelização, entretanto, é preciso vê-la sob dois espectros distintos: a comunicação externa e interna. Ambas são importantes para o trabalho pastoral.”

Na sequência, a formação sobre o Diretório Nacional da Pascom foi conduzida pelo Acessor de Comunicação da Diocese de Itapemirim, Kelvyn Mantuan.

O jornalista destacou a importância de se compreender a comunicação como um todo, para que ela seja eficaz na evangelização e a Pascom não seja resumida apenas a tirar fotos, alimentar redes sociais e ações pontuais. Ele chamou atenção para quatro eixos da Pascom (espiritualidade, formação, articulação e produção) e afirmou a importância da dimensão da escuta no processo de comunicação.

Ao final do encontro, o Coordenador Paroquial da Pascom de Ibatiba, Átila Grillo foi eleito representante da Pascom para a Área Pastoral 5.

“Sinto que assumir esse compromisso é uma grande responsabilidade. Isso assusta, mas ao mesmo tempo é gratificante. Assusta porque conheço as dificuldades e obstáculos que podemos enfrentar e é gratificante pois estarei servindo à Deus e tenho certeza que, dele a capacitação virá e trará maravilhas para a obra da igreja”.

Compartilhar Post:

Autor:

Diocese Cachoeiro

Últimas notícias