Notícias

07.10.2021

Com o Povo

Dom Luiz Fernando se encontra com representantes de diversos movimentos sociais. Reunião aberta e no formato online contou com participação de toda a população

Na noite desta quarta-feira a Diocese de Cachoeiro de Itapemirim promoveu o I Encontro dos Movimentos Sociais do Sul do Espírito Santo. Uma reunião entre diversos segmentos da população capixaba em um diálogo aberto e muito reflexivo. Realizado no formato online, ele foi transmitido ao vivo pela plataforma Zoom e pelo Canal do Youtube da Diocese de Cachoeiro de Itapemirim.

Movimentos dos negros, das mulheres, grupos de quilombolas, associações de agricultores, de moradores, grupos em prol da vida, movimentos contra o aborto, centros de apoio social, associações educacionais, de saúde e dezenas de outros movimentos foram representados neste encontro que teve a participação ativa do bispo diocesano Dom Luiz Fernando Lisboa e do Pe. Evaldo Praça Ferreira. Pastorais e grupos católicos também estiveram presentes, assim como presbíteros, diáconos e seminaristas.

Durante uma hora e meia de conversa, Dom Luiz Fernando dialogou com os participantes, contou um pouco de sua trajetória, respondeu perguntas e leu a Carta do Papa Francisco aos Movimentos Sociais (clique aqui para ler a carta na íntegra).

“O trabalho de cada um é importante, a contribuição de cada um é muito importante para ajudar a mudar a sociedade. É importante nós termos esperança pois sonhar não custa, é importante sonhar acordado. E quando nós sonhamos juntos é mais fácil de se tornar realidade”, enfatizou Dom Luiz Fernando.

Pe. Evaldo Ferreira, além de mediar o encontro e auxiliar na interlocução com as centenas de participantes, também fez um importante convite: A participação de todos no Seminário Nacional da 6º Semana Social Brasileira, que acontecerá dia 23 de outubro, das 09h às 17h. Para se inscrever acesse o link https://ssb.org.br/noticias/rumo-ao-brasil-que-queremos-o-bem-viver-dos-povos/.

 

Trabalho Coletivo

Um dos participantes do encontro foi Jhone Souza, gerente de projetos da Cáritas Diocesana de Cachoeiro de Itapemirim. Para Jhone, esta iniciativa cria “um despertar da importância dos movimentos sociais”, com cada membro reconhecendo a si mesmo e o outro como parte integrante de um todo coletivo. “Ter este encontro foi muito importante, para aproximar os movimentos não só da Igreja, mas da causa em comum que todos atuam e lutam. Nós ainda temos muitos passos a dar, mas um deles já foi dado e isso é muito importante”.

“Nós também não podemos deixar de registrar a presença do nosso bispo diocesano. O próprio Dom Luiz já mencionou que na Diocese de Pemba ele é quem cuidava da Cáritas e demonstra todo o seu conhecimento e afinidade com as causas e movimentos sociais. E é muito bom vermos o nosso bispo tão presente, tão próximo de todos e acolhedor. Mais do que falar ele quer ouvir e dialogar. Enquanto representante da Cáritas esperamos poder contribuir muito neste engajamento às causas sociais, sendo apoio a Dom Luiz Fernando, a Diocese de Cachoeiro e as pessoas que dele necessitem”, contou Jhone Souza.

Para Dom Luiz Fernando, o coletivo é parte essencial para uma causa justa e humana. A solidariedade e a compaixão para com o próximo devem se sobressair sobre qualquer intenção individualista, pois o verdadeiro cristão não busca méritos:

“Ninguém quer protagonismo, entre nós deve ser assim. Nenhum de nós precisa se destacar, o trabalho de cada um é importante. Quando nós criamos comunhão o trabalho de todos aparece.”