Notícias

29.11.2022

Diocese de Cachoeiro completa 63 anos de instalação

À 63 anos, Dom Luiz Gonzaga Peluso assumia a Diocese de Cachoeiro de Itapemirim

A Diocese de Cachoeiro de Itapemirim completa nesta terça-feira (29), 63 anos de instalação e posse do seu primeiro bispo. Nesta mesma data Dom Luiz Gonzaga Peluso, celebrava sua primeira missa. Criada em 16 de fevereiro de 1958, pela Bula "Cum Territorium", do Papa Pio XII, foi desmembrada da então Diocese do Espírito Santo, hoje Arquidiocese de Vitória. Neste desmembramento também surgiu a Diocese de São Mateus. 

Abrangendo 27 municípios do Sul do Estado do Espírito Santo, a Diocese de Cachoeiro de Itapemirim é composta por 43 paróquias, somando mais de 1050 comunidades. Um total de aproximadamente meio milhão de fiéis. As paróquias estão divididas em oito regionais, que variam da região litorânea até a serrana, fazendo divisa com os Estados de Minas Gerais e do Rio de Janeiro. Ao longo de seis décadas de existência, a Diocese investiu em vários setores e segmentos, como em suas pastorais, criação de subsídios, na comunicação, principalmente as mídias digitais, além do grande testemunho de levar a Palavra de Deus e cuidar do Seu povo.


🔹Bispos Diocesanos

A Diocese de Cachoeiro de Itapemirim já foi pastoreada por cinco Bispos Diocesanos. O primeiro deles foi Dom Luiz Gonzaga Peluso, que esteve à frente da Diocese ente os anos de 1959 a 1985. Dom Luiz Peluso faleceu em 1993 e está sepultado na Catedral de São Pedro, em Cachoeiro de Itapemirim. 

Após Dom Peluso, em 1986 tomou posse Dom Luiz Mancilha Vilela. Dom Luiz permaneceu 17 anos como Bispo Diocesano até ter sido nomeado, em 2002, Arcebispo da Arquidiocese de Vitória do Espírito Santo. Em agosto deste ano (2022), Dom Luiz faleceu aos 80 anos. 

O terceiro bispo a tomar posse na Diocese de Cachoeiro foi Dom Célio de Oliveira Goulart, no ano de 2003. Dom Célio ficou cerca de 7 anos pastoreando a região sul do Espírito Santo. Em 2010, ele deixa a Diocese de Cachoeiro rumo à Diocese de São João del-Rei, em Minas Gerais. No dia 19 de janeiro de 2018, devido a problemas de saúde, Dom Célio faleceu. No ano de 2011 a Diocese de Cachoeiro de Itapemirim acolhe seu novo Bispo Diocesano: Dom Dario Campos. Dom Dario é o único dos quatro bispos que é filho da terra, tendo nascido em Castelo, município vizinho à Cachoeiro de Itapemirim. Assim como Dom Luiz Mancilha, Dom Dario foi nomeado, em 2018, Arcebispo Metropolitano de Vitória, tendo tomado posse no dia 05 de janeiro de 2019. 

Após 2 anos de sé vacante, a Igreja Católica no Sul do Estado, atualmente, é pastoreada por Dom Luiz Fernando Lisboa que tomou posse como o Arcebispo-bispo da Diocese de Cachoeiro de Itapemirim em 20 de março 2021, sendo assim o 5º pastor a conduzir a Diocese. Ele foi nomeado em 11 de fevereiro de 2021 pelo Papa Francisco. Uma curiosidade: Na mesma data o sumo pontífice o concedeu a dignidade de arcebispo.

Conhecendo em síntese a sua estrutura, é preciso valorizar a vasta e rica história dessa Diocese, com especial atenção à sua atuação às causas sociais e filantrópicas. Entretanto, a comemoração a sua instalação, não se restringe a olhar para o passado, fazendo memória. É uma ocasião especial para assumir o presente com responsabilidade e esperança, em meio aos desafios sociais e pastorais. Somos chamados a conhecer e valorizar a rica herança cultural que recebemos e assumir o papel de sujeitos e não meros espectadores do tempo.

 

 

Mais Notícias