Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

São João: Tradicional fogueira de Rio Novo do Sul terá 26 metros de altura

Pula a fogueira iaiá! Nesta segunda-feira, 24 de junho, acontece a tradicional festa em homenagem ao padroeiro São João Batista, na comunidade de Cachoeirinha, em Rio Novo do Sul. E o público vai contar com a tradicional fogueira gigante que neste ano chegou a 26 metros de altura e será acesa no próximo sábado, 22.

Fogueira | Cachoeirinha, Rio Novo do Sul

A  fogueira começou a ser construída no dia 31 de maio, mas essa tradição existe há 11 anos. O idealizador é o senhor José Carlos Fachim, de 75 anos, que constrói o monumento com a ajuda de voluntários da comunidade. “Foi quase um mês com muito sol, muito esforço, mas deu tudo certo”, comemora Zezé Fachim, como é mais conhecido. A construção da fogueira deste ano foi finalizada na última segunda-feira, 17.

Para construção, foram usadas aproximadamente 18 toneladas de madeira, que é reaproveitada de árvores caídas ou doadas. O processo de montagem é complexo. Os voluntários utilizam um guincho e as madeiras de sustentação são fixadas a pouco mais de um metro e meio abaixo do solo. Há ainda cabos de sustentação. “Agente sobe a lenha na carretilha e vamos estabilizando com o cabo de aço. As madeiras usadas são de eucaliptos e coqueiros”, afirma.

Quando acesa, o fogo é ateado de cima para baixo e, neste ano, serão instalados fogos de artifício no topo da estrutura. “Vamos instalar os fogos no sábado pela manhã, vai ficar muito bonito”.

José Carlos Fachim

Zezé Fachim conta que a primeira grande fogueira – construída em 2003 – tinha 7 metros de altura. Com o passar dos anos, foi aumentando gradativamente e foram construídas fogueiras com 12, 14, 16, 18 e 21 metros. Ano passado (2023), alcançou 23 metros e, com três metros a mais, o novo recorde foi batido este ano.

“Antes dessas grandes fogueiras, já acendíamos fogueiras menores. O padre vinha e abençoava (…) sempre foi uma tradição da nossa comunidade”

Acender fogueiras para os santos católicos no mês de junho é uma tradição que teve início por causa de São João Batista. Segundo a tradição era costume na antiguidade acender fogueiras para se comunicar ou anunciar algo importante, como o nascimento de alguém.

 

Serviço:

Festa de São João Batista

  • Dia: sábado (22),
  • Hora: A partir da 18 horas
  • Local: Paróquia Santo Antônio de Pádua, na comunidade de Cachoeirinha, em Rio Novo do Sul
  • Entrada e estacionamento gratuitos

 

Programação:

  • 18h30: Celebração Eucarística (2° dia do tríduo)
  • 19h30: Quermesse de São João
  • 22h00: Quadrilha Junina
  • 22h30: Acendimento da fogueira

 

São João Batista:

São João Batista é filho de Isabel que, de acordo com as escrituras bíblicas, é prima de Maria, mãe de Jesus. Portanto, ele era considerado primo de Jesus.

São João é aquele que “aponta” para a chegada do Cristo. Isso porque ele anunciava que Jesus estava por vir enquanto realizava os batismos no Rio Jordão e durante as pregações realizadas por ele. Quando ficou adulto, João morou por um período no deserto para se dedicar à oração a realizar sacrifícios.

São João é considerado um grande santo da Igreja Católica. Por isso, tem duas datas litúrgicas para recordar a vida dele. Uma é a data do nascimento, dia 24 de junho, e outra data é a da sua morte, dia 29 de agosto.

A morte de São João ocorreu depois que ele foi preso pelo Rei Herodes por falar de Jesus e criticar as autoridades da época. A cabeça de João foi pedida como presente de aniversário por Salomé, filha de Herdíades.

 

Fotos da Fogueira:

Compartilhar Post:

Autor:

Diocese Cachoeiro

Últimas notícias